Terça, 24 de Maio de 2022
86 98114-0201
Geral Violência

Suspeito de matar sargento da PM é morto ao reagir à prisão e trocar tiros com policiais

O suspeito foi baleado e chegou a ser levado para o HUT mas morreu antes de chegar ao hospital

26/04/2022 07h54
Por: Pedro Henrique Fonte: PiauíHoje

Um jovem identificado apenas como Diego, de 29 anos, principal suspeito de ter atirado e matado o sargento Clero de Paula Cortez, da Policia Militar do Piauí, foi localizado por volta das 21h30min desta segunda-feira, no bairro Renascença, na zona Sudeste de Teresina. Ele teria reagido à prisão e trocado tiro com policiais e acabou morto.

Ao ser localizado, o homem que até agora a PM não divulgou o nome completo vinha sendo procurado desde o dia 21 passado, quando assaltou e atirou no sargento e levou a arma do policial, que foi levado para o Hospital de Urgência de Teresina - HUT, onde morreu horas depois do assalto.

Com o acusado do crime os policiais encontraram a arma que teria sido usada para matar o sargento.

Desde o dia em que o policial foi baleado, no bairro São Cristóvão, os serviços de Inteligência da PM e da Policia Civil buscaram identificar o suspeito. A identidade foi levantada. A mãe do suspeito chegou a depor. A Polícia propôs que ele se entregasse, mas ele não quis.

De acordo com informações de um oficial, a PM chegou a oferecer ao suspeito toda a garantia de vida, mas ele não aceitou e teria buscado se esconder. Primeiro num povoado próximo à estrada de União e depois ficou mudando de esconderijo.

No início da noite desta segunda-feira (25.04), a Polícia localizou o suspeito numa casa no bairro Renascença. Guarnições da PM foram acionada. Os policiais deram voz de prisão, mas Diego não se entregou e reagiu atirando. Na troca de tiros ele acabou alvejado e morto. Ele chegou a ser levado para o HUT, mas morreu antes de chegar ao hospital.

Crime covarde

O sargento Cleto de Paula Cortez foi baleado com três tiros na tarde da quinta-feira (21.04), durante um assalto no bairro São Cristóvão, zona Leste de Teresina. O bandido levou a arma do policial. A PM já sabe que a arma foi vendida e quem a comprou.

Segundo informações, um tiro atingiu a cabeça e outros dois no peito do sargento Clero. O PM estava sentando em uma calçada quando um homem chegou em uma motocicleta e atirou contra ele. O policial foi socorrido e levado ao HUT, onde passou por cirurgia e ficou em coma e morreu horas depois.

Clero era casado e tinha dois filhos.

Ele1 - Criar site de notícias