Domingo, 16 de Janeiro de 2022
86 98114-0201
É Notícia HRLM

NEGLIGÊNCIA/Bebê morre após contrair infeção no hospital de Barras. Acesso a veia pode ter sido a causa

O quadro da criança agravou após infecção decorrente a um acesso venoso

12/01/2022 18h00
Por: Redação Fonte: Longan.com
reprodução
reprodução

Um bebê de 11 meses morreu em decorrência de choque séptico após internação no Hospital Regional Leônidas Melo. O choque séptico  é o resultado de uma infecção que se alastra pelo corpo, rapidamente, afetando vários órgãos e que pode levar à morte. Ele foi internado na quarta-feira com queixa de diarreia e vômito. 

O quadro de Francisco Nicolas se agravou após o procedimento duvidoso de acesso a veia da criança, conforme mostra a fotografia no final da matéria.

O menino teve alta no sábado, mas no domingo a mãe, Isabel Lopes, voltou a procurar o hospital porque ele estava com o braço muito inchado. No hospital, a criança agravou e foi encaminhado para  UTI de Hospital de Teresina. Teve uma parada cardíaca, foi entubado e terminou indo a óbito.

Nossa reportagem entrou em contato com a mãe, Isabel Cristina Silva Rocha, que estava bastante alterada emocionalmente e informou que não tinha condições de se pronunciar naquele momento.

Entramos em contato ainda com o setor de enfermagem do HRLM, às 14:00, e estamos aguardando o pronunciamento.

O Hospital Regional Leônidas Melo emitiu nota de esclarecimento sobre o óbito do bebê. Confira!

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Hospital Regional Leônidas Melo informa que uma sindicância interna foi aberta nesta terça (11) pela direção acerca da causa de falecimento da criança Francisco Nícolas de 11 meses durante esta segunda-feira (10).

Informa-se ainda que a vítima deu entrada no serviço médico do Hospital na quarta (05) de janeiro, no sábado (08) o paciente recebeu alta, no entanto, retornou ao Hospital Leônidas Melo no domingo (09) com o agravamento foi encaminhado pela regulação para um Hospital de alta complexidade em Teresina.

Além da sindicância que investiga o óbito, um processo administrativo será aberto. O Hospital Leônidas Melo também se coloca à disposição e se compromete em contribuir sem medir esforços nesta causa.

Lamentamos profundamente a dor da família com a perca prematura de Francisco Nícolas

 

Ele1 - Criar site de notícias