Domingo, 16 de Janeiro de 2022
86 98114-0201
Saúde SÁUDE PÚBLICA

Números de covid-19 caem em Barras e Reveillon é cogitado

Equipe da prefeitura se reunirá para analisar a possibilidade do reveillon

10/12/2021 07h57 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Fonte: Maria Carcará/Longah.com
reprodução
reprodução

Doze dias depois do início dos festejos de Barras, os boletins da secretaria municipal de Saúde registram queda constante no número de casos positivos da doença. A redução no número de casos acontece ao mesmo tempo em que o número de pessoas vacinadas aumentam.

No município, cerca de 70% da população já tomou pelo menos uma dose da vacina.

O dia 27 de novembro a movimentação para o traslado do mastro já acontecia. Nesse dia, o boletim trazia 142 casos positivos.

Na abertura, dia de maior aglomeração, os números mostravam 135 positivados e 29 suspeitas. Veja a seguir!

Nos boletins abaixo, pode se perceber a queda nos números. No último registro, do dia 9, o número de casos é quase a metade do dia 27: 86 casos.  É uma notícia muito boa, mas que frustra quem estava esperando uma aumento de casos.

REVEILLON

O secretário Wilson Sérvulo ficou otimista e disse que se o cenário continuar positivo, há a possibilidade de se realizar o reveillon na avenida Beira Rio. Ele defende a ideia por entender que é positivo para a Economia, mas que a questão da saúde deve ser levada em consideração.

"O que se observou na cidade durante os festejos foi uma movimentação da economia. Os comerciantes informais lucrando. O Prefeito Capote pagou o funcionalismo antes, para que o dinheiro circulasse. Muitos barrenses vieram de fora. Os número de covid caindo nos deixam otimistas para que a gente faça o reveillon!", disse Wilson Sérvulo.

O prefeito Edilson Capote faz questão de pontuar que pretende seguir as determinações do decreto assinado pelo governador Wellington Dias. Contudo, o decreto estipula critérios para a realização de eventos ao ar livre e, nos próximos dias, uma reunião com técnicos da prefeitura deve colocar a festa do dia 31 como ponto de pauta.

Na oportunidade, o decreto estadual, os números da covid-19, e a situação de cobertura vacinal do município serão considerados para a realização, ou não, do reveillon. 

Confira os números dos últimos boletins!

Ele1 - Criar site de notícias