Quinta, 02 de Dezembro de 2021
86 98114-0201
Saúde BOM ATENDIMENTO

Gestão Capote ampliou viagens de pacientes de 2 para 5 vezes por semana

Transporte para Teresina mais que dobrou nesta gestão

17/11/2021 15h36
Por: Redação Fonte: Ascom Barras Piauí
reprodução
reprodução

O diretor de Transportes da secretaria municipal de Saúde de Barras, José Freitas, estranhou que alguns parlamentares da oposição se pronunciaram na Câmara de vereadores com relação ao transporte de pessoas que necessitam realizar consultas e exames em Teresina.

O diretor explicou que, nessa gestão, as viagens para a capital são feitas todos os dias úteis, quando na gestão anterior eram feitas apenas em dois dias. Essa medida teve início no dia 4 de janeiro, no início da atual administração.

"Esses vereadores não faziam reclamação na gestão passada quando as idas à Teresina eram insuficientes para o número de paciente que necessitavam. Hoje levamos cinco dias por semana, mais do que o dobro do que era feito na gestão anterior e estão reclamando. Acho que é falta de pauta!", disse José Freitas.

José Freitas disse que a orientação de aumentar a frequência de viagens foi do prefeito Edilson Capote justamente para aumentar o número de pessoas atendidas. "Mas o carro tem hora de ir e de voltar. Sai às 4 horas da manhã e volta às 13 horas partindo da Praça da Bandeira. Os pacientes são orientados sobre isso quando procuram o transporte. Os que não conseguem voltar nesse horário, às vezes consigo trazer em outro carro que leva exames de covid para Teresina, mas nem sempre dá certo e não podemos confiar em voltar nesse carro", explica.

O coordenador de transporte tem razão ao não permitir atraso no horário do retorno porque muitos pacientes idosos ou doentes não podem ficar muito tempo esperando. 

Saúde ampliou também atendimento a pacientes que fazem hemodiálise

"Desde o dia 4 de janeiro levamos os pacientes que fazem hemodiálise em Teresina e Campo Maior às terças, quintas e sábado para fazer hemodiálise, serviço que não era oferecido antes. São doze pessoas e doze acompanhantes que vão para Campo Maior e três que vão para Teresina. Pode ser feriado, dia santo, mas os pacientes têm que ir", explica José Freitas.

Ele1 - Criar site de notícias