Sexta, 23 de Julho de 2021
86 98114-0201
Municípios OUTRO LADO

"Só fazemos eutanásia de cães que estão sofrendo. E com medicamentos!"

"Em Barras, animais não sofrem mais, como sofriam no passado"

20/07/2021 06h55
Por: Redação Fonte: Ascom Barras Piauí
reprodução
reprodução

Sobre a realização de eutanásia de animais em Barras, o veterinário do Centro de Controle de zoonoses, Elivelto Luís, explicou que existe, que realmente é feita, mas somente em animais que estejam em sofrimento ou que representam risco para a sociedade, conforme o que recomenda o Conselho Federal de Medicina Veterinária! Existe um protocolo que é respeitado! 

"Jamais utilizaríamos métodos de tortura para eutanasiar animais. Eu fiz veterinária porque amo os animais. Sou defensor deles, jamais compactuaria com um ato de crueldade contra qualquer animal!", disse Elivelto, lamentando que um funcionário da prefeitura que faz oposição ao prefeito fez denúncia sem provas. "Denunciação caluniosa é crime!", completa.

O CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES EMITIU NOTA:

A direção do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vem a público esclarecer que, no tocante ao controle do Calazar, o CCZ obedece a um protocolo legal que tem por objetivo evitar que cães que precisam ser sacrificados passem por sofrimentos.

A rotina inclui realização de teste rápido para o calazar. Este dando positivo, a equipe do CCZ  juntamente com os agentes de endemias, submetem o cão a um exame mais específico: uma sorologia sanguínea, que é enviada ao LACEN. Dependendo do resultado - positivo ou negativo - o animal pode ser destinado a eutanásia.

No CCZ, a eutanásia é feita, com o animal previamente sedado, anestesiado, através da utilização do pré-anestésico Acepran. Depois com o anestésico Ketamina, composição esta que impossibilita o animal a sentir qualquer dor mínima, como também impede que o passe por sofrimento.

Nos casos de leishmaniose avançada, o sacrifício é inevitável porque, além dos cães, as pessoas podem ser contaminadas, ficar com sequelas graves e até morrer em decorrência da enfermidade. A propagação precisa ser evitada para a proteger a população.

Ele1 - Criar site de notícias