Sexta, 23 de Julho de 2021
86 98114-0201
Geral Luto

BARRAS| Mayara Silva, 25 anos, não resiste a AVC e morre em Teresina

Ela tinha 25 anos e era funcionária da Assistência Social

06/07/2021 17h10
Por: Redação Fonte: Maria Carcará, do longah
reprodução
reprodução

Morreu nesta taerça-feira (06) a jovem barrense de 25 anos,  Mayara Silva, que sofre um Acidente Vascular Cerebral (AVC) no dia 30 de junho e teve que ser hospitalizada. Ela foi levada para Pripiri de onde precisou ser transferida para Teresina. Na oportunidade a família teve dificuldade em realizar a transferência por falta de ambulância.

Após seis dias lutando pela vida, Mayara Silva não resistiu. Ela é filha de Carlos Araújo e era funcionária da secretaria municipal de Assistência Social, em Barras.

A secretária Edneida Fortes, em nome do prefeito Edilson Capote e de toda o funcionalismo municipal, expressou o mais profundo pesar e se solidarizou com a família

SOBRE AVC EM JOVENS

um AVC acontece quando vasos que levam sangue até o cérebro entopem ou se rompem. Isso provoca paralisia da atividade cerebral na área que ficou sem circulação sanguínea, o que causa déficits e complicações nas funções do corpo.

A gravidade e as sequelas geradas pelo derrame dependem de alguns fatores, como seu tipo (isquêmico ou hemorrágico), sua localização e sua extensão no cérebro. Por isso, não dá para cravar que todo derrame é mais perigoso em jovens do que idosos. Porém, o aumento da pressão intracraniana, decorrente do edema (inchaço) que o cérebro apresenta na fase aguda do AVC, costuma trazer maior repercussão e maior risco de morte em jovens. Continua depois da publicidade

Ele1 - Criar site de notícias