Quinta, 24 de Junho de 2021
86 98114-0201
Municípios jurídico

Assessoria jurídica da prefeitura de Barras esclarece sobre denúncia de suposto nepotismo

Não existindo fato que demonstre nepotismo no tocante a mesma no Município de Barras.

04/05/2021 17h09
Por: Redação Fonte: Longan.com
reprodução
reprodução

O longah teve acesso ao documento enviado ao Ministério Público pela assessoria jurídica da prefeitura de Barras, que esclarece sobre suposto caso de nepotismo na administração municipal.

Foram citados os seguintes nomes de:

Marcia Maria Costa Maciel, A assessora de Saúde Bucal da Secretaria Municipal de Saúde, filha da vereadora Emília Costa, é concursada do Município de Barras desde o ano de 2018 como Cirurgiã-Dentista, portanto não foi contratada para beneficiar a mãe.

“Nota-se ainda, Ilustre Promotor, que além da capacidade técnica da Sra. Marcia Maria Costa Maciel e que, apesar de filha uma representante do Legislativo local, aquela não possui qualquer relação de subordinação direta com quem detém parentesco.

Também Amanda Gomes Lages, sobrinha da Vice-Prefeita, é concursada do Município de Barras desde o ano de 2018 no cargo de FISCAL DE TRIBUTOS, sendo empossada pelo ex-gestor municipal Sr. Carlos Alberto Lages Monte, conforme mostra documento:

Já o Sr. Luiz Carlos do Rêgo Fortes de Carvalho e Silva, que consta no processo,

foi exonerado do cargo que detinha desde o dia 03 de fevereiro.

Quanto a Maria Osmália de Moura Oliveira, atualmente Diretora de Controle Financeiro da Secretaria Municipal de Saúde, esta NÃO TEM qualquer VÍNCULO MATRIMONIAL com o então Secretário Municipal

de Educação. Logo, não existindo fato que demonstre nepotismo no tocante a mesma no Município de Barras.

“Logo, resta demonstrado mais uma vez que as nomeações constantes no município de Barras-PI, desde o início da atual gestão, é amparada por todos os preceitos legais existentes”

Ele1 - Criar site de notícias